Dos Interlúdios Que Não Vimos ( 2020 – 2021 )

Dos Interlúdios Que Não Vimos ( 2020 – 2021 )

SOBRE O PROJETO

O projeto intitulado Dos interlúdios que não vimos aborda fundamentalmente a memória e os ciclos da vida. Ao revisitar meus arquivos e olhar imagens dos últimos anos, estudando as relações entre minhas imagens mais antigas e atuais, fui confrontada com a eterna decadência do tempo e atraída pelas reminiscências.

As reminiscências conferem uma aura única aos objetos que permanecem dentro de uma casa quando as pessoas que os usaram não estão mais lá, como se esses objetos entrassem em uma espécie de suspensão. Questionando-me sobre esses lapsos circunscritos aos ciclos da vida, busquei imagens que captassem os encantos da natureza, o eterno desabrochar de tudo que insiste em prosperar quando tudo parecia caminhar para a finitude.

Minha intenção com este corpo de trabalho foi criar metáforas sobre os ciclos de vida, compondo dípticos com imagens que despertassem em mim emoções fortes e imagens que captassem a pulsação intermitente do universo. Um diálogo constante entre a natureza e a humanidade.

Dos Interlúdios  que não vimos é uma série de 7 dípticos. Cada díptico é produzido em uma edição de 13 + 2 PA para uma edição total de 15.

Este corpo de trabalho é impresso em papel Fine art Hahnemuhle Photo Rag Baryta com jato de tinta à base d’água com pigmento mineral. Cada peça é montada em alumínio sem espaço entre as imagens.

Existem dois tamanhos de impressão: 42 cm x 122 cm (8), 60, 5 cm x 183 cm (5) mais 2 provas de artista.

pt_BR